Aprendizado Familiar

Olá, apaixonadas!

Nas minhas andanças pela internet eu descobri o Blog Meninas Quase Invisiveis, da Aléxia Oliveira. E um post dela me chamou atenção: Aprendizado Familiar!

Me chamou atenção por que há duas semanas minha família se reuniu e tudo que ela escreveu dizia o que eu sentia e sinto.

Casa cheia. Tios, primos, avós, sobrinhos, irmãos e todos os outros parentes reunidos. Crianças correndo de um lado pro outro, gato miando sem parar, tios contando piadinhas sem graça, das quais você é obrigado a sorrir só para não deixar eles sem graça, uma musica antiga tocando de fundo, porém ninguém não conseguia entender nada com tanto barulho.

Quando eu era mais nova não suportava essas reuniões familiares, achava um saco, um monte de gente velha reunido e muito barulho, a única coisa boa era a comida! Eu sempre fui uma criança e uma adolescente bastante isolada, não gostava de barulho, nem musicas de verão, só gostava de uma musica baixinha e lenta enquanto eu lia algum livro, mas quando você cresce e cada um vai para um lado você passa a dar mais valor a estes momentos e o que antes era a visão do inferno, hoje é um dos melhores momentos do ano. 
Na hora do almoço, todo mundo come rápido e impaciente enquanto alguns contam piadas e o resto fica engasgado pois riu enquanto comia. Mais o melhor momento mesmo é a noite, apesar de ter aquele clima chato de despedida todo mundo se deita para dormir junto, beliches, colchões, muito apertado e muito calor, mas também muitas risadas, muitas historias e muitas alegrias.
A nossa vida é cheia de momentos, momentos bons e momentos ruins, mas o que a maioria das pessoas não sabem é que elas muitas vezes podem decidir se quer fazer destes momentos bons ou ruins. Quando eu era pequena, se eu tivesse dado uma chance maior para os momentos em família, provavelmente eles seriam tão bons quantos são hoje. Tudo é questão da forma como você ver o mundo, antes as pessoas que eu achavam velhas e chatas, hoje eu acho super sabias, o barulho hoje parece que se tornou musica, daquelas que gruda e que te trás nostalgia, tudo é questão de escolha, basta você escolher como quer ver, como quer viver.
Separei algumas fotos, não tem todo mundo, porque só de tios e tias maternos tenho 12. Família grande é bom demais!
familia-apaixonada-por-pijama
Beijos, em especial para minha família linda!
nessa
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s